Slow fashion: saiba mais sobre roupas sustentáveis

 em Atualidades, Estilo de Vida, Feminina, Masculina, Moda, Tendências

Você já ouviu falar sobre slow fashion? Em 2011, a consultora e professora de design sustentável Kate Fletcher criou esse termo para designar uma moda mais consciente, que fosse o oposto da produção frenética oferecida pela indústria tradicional.

Desde então, esse movimento tem levantado debates sobre o futuro da moda e, principalmente, o consumo irresponsável. O slow fashion também significa um modelo viável de negócio para produtores independentes e, até mesmo, um estilo de vida.

Comprar roupas em lojas de departamento, conhecidas como fast fashion, costuma ser a escolha da maioria das pessoas, pois, além de serem fáceis de encontrar, essas lojas representam uma grande economia para o bolso, mas… será que vale realmente a pena?

As roupas sustentáveis custam mais caro, sim, mas sua qualidade é muito superior, são peças que duram por anos. Sua produção não envolve trabalho pouco remunerado ou sem registro e dificilmente você vai encontrar alguém com a mesma blusinha em uma festa ou no trabalho. É por isso que, botando na ponta do lápis, o custo-benefício das roupas ecologicamente corretas é maior.

O principal objetivo da moda sustentável é apresentar alternativas que não agridam o meio ambiente, porém, outras questões também têm muita importância, como a origem: quem fez essas roupas? Em que condições elas foram feitas? Do que elas são feitas? O destino também importa: para onde elas vão após o uso? Qual o impacto delas para o meio ambiente?

Ao saber as respostas destas perguntas, você colabora para diminuir o consumo desnecessário e evitar a escassez dos recursos da natureza, bem como para criar condições de trabalho mais humanas e justas.

Postagens Recomendadas

Digite o que procura e pressione Enter para pesquisar