Dia Internacional da Mulher: dicas de livros de mulheres inspiradoras

 em Atualidades, Estilo de Vida

     Conheça livros de mulheres inspiradoras para você ler e aprender muito com outras mulheres 

 

Todos sabem que no dia oito de março é comemorado o Dia Internacional da Mulher. Historicamente, a data é marcada por muitas lutas e reivindicações de igualdades de direitos civis e, principalmente, de gênero.

Atualmente, além de ser um dia de luta, o período possibilita a reflexão sobre o que já foi conquistado e o que ainda é preciso reivindicar em questões dos direitos das mulheres, com o intuito de tornar o mundo mais igualitário.

Segundo o Fórum Econômico Mundial, o Brasil ainda possui uma longa jornada para que a igualdade de gênero seja atingida, um total de 59 anos. Assim, a luta feminina continua sendo essencial.

Para comemorar essa data, listamos alguns livros de autoras e personagens inspiradoras para você prestigiar e exaltar durante o mês de março.

 

Eu sou Malala – Malala Yousafzai e Christina Lamb 

Capa livro eu sou malala

Capa Eu sou Malala

 

O livro conta a história de Malala Yousafzai, uma ativista paquistanesa que luta em defesa dos direitos humanos e das mulheres. Sua região natal, no Paquistão, é comandada pelo Talibã, que proíbe que as mulheres tenham acesso à educação. Desse modo, Malala luta por seu direito de estudar e em 2012 leva um tiro na cabeça à queima-roupa por causa disso.

Após uma recuperação milagrosa, a paquistanesa se tornou um símbolo mundial de lutas pacíficas. “Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que privilegia filhos homens”. (Fonte: Companhia das Letras).

 

Americanah – Chimamanda Ngozi Adichie

Capa do livro Americanah

Capa Americanah

 

A narrativa conta a história de Ifemelu, em uma Nigéria que se encontra sob um governo militar. A jovem muda-se para os Estados Unidos em busca de uma educação melhor, já que as universidades em seu país estavam paradas devido a greves. Ao deixar sua cidade natal, deixa para trás também seu primeiro amor.

Já nos Estados Unidos, ao mesmo tempo que se destaca no ambiente acadêmico, entra em contato pela primeira vez com as questões raciais e sente na pele como é ser uma imigrante, mulher e negra na sociedade em que se inseriu.

Quinze anos depois, Ifemelu é uma blogueira famosa e, ao voltar para a Nigéria, precisa se adaptar à um país muito diferente do que deixou para trás.

 

Persépolis – Marjane Satrapi

Capa do livro persépolis

Capa Persépolis Completo

 

Persépolis é uma obra em quadrinhos que conta a história de Marjane Satrapi. Ela nasceu em uma família moderna e politizada em meio à revolução xiita no Irã, que trouxe muita repressão ao povo. Aos dez anos de idade, foi obrigada pela primeira vez a usar o véu islâmico em uma sala de aula. As gravuras contam sua vida de uma maneira emocionante e artística.

 

Um teto todo seu – Virginia Woolf

Capa do livro Um teto todo seu

Capa um teto todo seu

 

A obra é uma reflexão da autora sobre as condições sociais de ser mulher e a influência das construções sociais na produção literária feminina. Virginia aponta como as conjunturas da posição da mulher na sociedade afetam em seu trabalho como escritora e o que é necessário para que a obra seja respeitada ao invés de tratada com indiferença.

 

Rainha da moda – Caroline Weber

Capa do livro Rainha da Moda

Capa Rainha da Moda

 

A obra conta a história da polêmica rainha francesa Maria Antonieta de uma perspectiva diferente. Aborda como ela alterou algumas visões de moda da época, vestindo roupas inusitadas para uma mulher ou mesmo para uma rainha. Caroline Weber traz aspectos interessantes sobre a personalidade da monarca e como utilizava a moda como uma forma de expressão.

 

#Girlboss – Sophia Amoruso

Capa do livro #GirlBoss

Capa Girlboss

 

Quem já assistiu a série da Netflix conhece a história da empreendedora de sucesso Sophia Amoruso. Ao se deparar em uma fase ruim de vida, com um emprego medíocre e sem rumo a seguir, a jovem Sophia começou a vender roupas de brechós no eBay. Com o sucesso de suas vendas, pouco tempo depois, se torna CEO da Nasty Gal, uma loja virtual muito bem-sucedida e com uma gama enorme de funcionários. O livro aborda uma história de superação que inspira a seguir sua intuição e instintos.

 

Para educar crianças feministas – Chimamanda Ngozi Adichie

Capa do livro Para educar crianças feministas

Capa para educar crianças feministas

 

A narrativa acontece através de uma carta da autora para uma amiga que acaba de ter uma filha. Permeando o tema da igualdade de gênero, o livro é um manifesto com quinze sugestões de como criar um filho dentro das perspectivas feministas de igualdade. O manual é simples e aponta como fornecer uma educação igualitária a todas as crianças, preparando-as para viver no mundo atual e contribuindo para uma sociedade mais justa.

 

 

O que o sol faz com as flores – Rupi Kaur

Capa do livro o que o sol faz com as flores

Capa o que o sol faz com as flores

 

Essa coletânea de poemas ilustrados aborda temas como crescimento, cura, ancestralidade, amadurecimento e valorização de si mesmo. Percorrendo estágios das plantas: murchar, cair, enraizar, crescer e florescer, a autora constrói uma alegoria às mudanças da vida e de nós mesmos.

 

Agora é só você escolher o que mais gostou e vir no PolloShop adquirir seu novo companheiro de leituras. Um ótimo Dia da Mulher com muita informação e histórias inspiradoras para todas!

Postagens Recomendadas

Digite o que procura e pressione Enter para pesquisar

Lugares alternativos para fazer intercâmbio