alimentação na gravidez

Alimentação na gravidez – o que evitar

15/02/2019 por PolloShop

Geralmente, quando uma mulher engravida, vários pontos da sua vida mudam ou são impactados pela chegada do filho. Roupas, rotina, alimentação e até mesmo a adaptação da casa são itens importantes na lista de tarefas da futura mamãe. 

E, durante a gestação, existem alguns alimentos que precisam ser evitados. Veja algumas dicas de alimentação na gravidez.

Alimentação na gravidez

A alimentação da mulher é um dos pontos fundamentais e precisa de cuidado redobrado nesta fase. Além de seguir a dieta recomendada por sua (seu) médica (o), considere alguns outros alimentos que listamos aqui hoje. São algumas comidas e bebidas para se ter mais atenção na hora de consumir ou não, pensando em sua saúde e, claro, do seu futuro bebê.

alimentação na gravidez
Fonte: Freepik
  • Bebidas alcoólicas

O consumo de bebidas alcoólicas prejudica o desenvolvimento saudável do bebê e por isso deve ser evitado durante a gestação. Além disso, também precisa ser evitado durante a amamentação, pois o álcool acaba passando para o leite.

  • Carne crua, frutas ou legumes mal lavados

Pratos como o rosbife, kibe cru e carpaccio podem carregar um micro-organismo que causa a toxoplasmose. Essa doença afeta diretamente o bebê, principalmente no terceiro trimestre de gestação. Por isso, consuma apenas frutas e legumes muito bem lavados. As bactérias que causam a toxoplasmose podem contaminar o solo onde foram cultivados. No caso dos legumes e verduras, prefira-os cozidos.

A toxoplasmose pode causar aborto espontâneo e parto prematuro. Além disso, causa má formação no feto, baixo peso ao nascer e até mesmo a morte. Pode causar alterações no tamanho da cabeça do bebê, estrabismo, pneumonia, anemia, surdez e convulsões. Também causa icterícia intensa, aumento no fígado, inflamação no coração, retardo mental e inflamação dos olhos, podendo levar à cegueira.

  • Peixes

As grávidas também precisam evitar o consumo de alguns tipos de peixes, como cação, cavala, atum fresco, robalo, pirá, dourado-do-mar, garoupa e olho de boi, pois contém níveis elevados de mercúrio. Este elemento químico em excesso pode prejudicar o desenvolvimento do bebê e causar danos cerebrais.

  • Cafeína

Durante os três primeiros meses de gravidez, não é recomendado ingerir cafeína. Este elemento pode favorecer abortos espontâneos, por ser um diurético que ajuda a eliminar líquidos. Seu consumo também pode promover a perda de cálcio.

  • Alimentos propensos a conter listeria

A listeria é uma bactéria que pode atravessar a placenta e causar infecções no bebê, como a meningite. Além disso, pode causar aborto e parto prematuro, sendo uma séria ameaça à saúde da gestante e do bebê. Entre os alimentos que podem conter listeria estão:

  • Embutidos (linguiças, chouriços, salsichas, salames, etc.)
  • Queijos crus e importados (Brie, Camembert, Roquefort, Gorgonzola, etc.).
  • Leite não pasteurizado

Evite esses alimentos e garanta uma gravidez tranquila e saudável. Não esqueça de realizar regularmente o pré-natal e reportar ao médico qualquer alteração em seu organismo.

Certamente, com os cuidados recomendados você e seu bebê ficarão bem durante toda a gestação.

Alimentação na gravidez – o que evitar
Rate this post
Artigos Relacionados

Dicas

18 truques que vão dar um up no seu “eu chef de cozinha”

24/05/2019 por PolloShop

Dicas

Como conservar as sopas?

03/05/2019 por Juliana Ditzel

Dicas

Os melhores chefs de cozinha do mundo e suas histórias

05/04/2019 por PolloShop


Siga-nos no Instagram
@polloshop